O plantel de futebol da Juventus, no qual se inclui Cristiano Ronaldo, e a equipa técnica foram colocados em isolamento, sem impedir treinos e jogos, devido a dois casos positivos de COVID-19, anunciou hoje o clube.

Em comunicado, o clube eneacampeão italiano refere que estão proibidos os contactos com o exterior, depois de dois funcionários do clube, que não são jogadores, nem integram a equipa técnica, terem testado positivo ao novo coronavírus.

A Juventus explica que o protocolo de saúde agora aplicado “permitirá que todos os que testem negativo treinem e joguem, mas impede os contactos fora do grupo”.

A medida surge numa altura em que o futebol italiano está a registar vários casos de COVID-19, com 17 jogadores infetados no plantel do Génova e dois no Nápoles, que no domingo defrontará a formação de Turim.

Na próxima semana, as ligas europeias vão parar para compromissos das seleções, para os quais Cristiano Ronaldo está convocado.

A seleção portuguesa, que deverá iniciar o estágio na segunda-feira, defronta a Espanha, na quarta-feira, num encontro particular, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, antes de disputar dois jogos para a Liga das Nações, em França, no dia 11, e, novamente em Lisboa, diante da Suécia, em 14.

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de um milhão de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.983 em Portugal e 35.941 em Itália.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.