O treinador brasileiro de futebol Vanderlei Luxemburgo, que orienta o Palmeiras, testou positivo à COVID-19, anunciou o próprio nas redes sociais, garantindo estar “tranquilo” e “assintomático”.

“O meu teste deu positivo à COVID-19. Já estou de quarentena, em casa, de castigo”, afirmou, com ironia, o ex-selecionador brasileiro e ex-técnico do Real Madrid, que, face aos seus 68 anos, está no grupo de risco.

Vanderlei Luxemburgo, recentemente operado à vesícula, garantiu não ter “qualquer dor” e estar a ser “acompanhado pelos médicos do Palmeiras”, que o vão manter afastado da equipa até testar negativo ao novo coronavírus.

No seu currículo, Luxemburgo conta a vitória na Copa América de 1999, ao comando do Brasil, e cinco campeonatos brasileiros, dois pelo Palmeiras (1993 e 1994) e um por Corinthians (1998), Cruzeiro (2003) e Santos (2004).

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 527 mil mortos e infetou mais de 11 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

O Brasil, com mais de 64.000 mortos e quase 1,6 milhões de casos confirmados, é o segundo país mais afetados pela COVID-19, depois dos Estados Unidos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.