O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Emídio Guerreiro, disse hoje, na Serra da Estrela, que seria uma injustiça se o futebolista Cristiano Ronaldo não vencesse a Bola de Ouro, na segunda-feira.

"Gostava que o Cristiano Ronaldo ganhasse, porque ele é o melhor do mundo. Seria uma injustiça ele não ganhar", frisou hoje o governante em declarações à agência Lusa, à margem da cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais da Federação de Desportos de Inverno de Portugal, na Serra da Estrela.

Emídio Guerreiro fez referência ao número de golos marcados e aos recordes batidos pelo jogador português do Real Madrid em 2014 para sustentar a atribuição do troféu na próxima segunda-feira.

"Olhando para 2014, olhando para o desempenho individual de um conjunto de elite, de jogadores de topo, o Cristiano Ronaldo teve um ano extraordinário", disse o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

Para Emídio Guerreiro, o favorito à Bola de Outro, que já venceu por duas vezes, é "uma imagem de marca fortíssima" de Portugal.

"Nós temos um grande embaixador chamado Cristiano Ronaldo", finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.