O adepto do Nápoles atingido a tiro a 04 de maio, pouco antes da final da Taça de Itália em futebol, morreu hoje no hospital romano Gemelli, onde se encontrava internado desde o incidente, informou a família.

Ciro Esposito, de 32 anos, não recuperou das graves lesões no torax e na coluna sofridas quando se dirigia ao estádio Olímpico de Roma, para assistir ao jogo, no qual o Nápoles derrotou a Fiorentina por 3-1.

Pouco depois do incidente, que causou vários feridos e cujas circunstâncias nunca foram totalmente esclarecidas, a polícia deteve o autor dos disparos, Daniele de Sanctis, de 48 anos, “ultra” da AS Roma que já cumpriu várias penas relacionadas com violência no futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.