Um gesto irracional pode ter ditado o fim de carreira do russo Raschid Arsanukaev, avançado do Viktoria Bregenz, equipa que milita no nono escalão da liga austríaca.

No final da partida frente ao SPG Göfis, Arsanukaev perdeu a cabeça e acabou por partir o nariz de um adversário com uma cabeçada. Depois de ter sido expulso por ter ameaçado o adversário, o jogador de 28 anos não se conteve e revoltado com a situação, por ter sido admoestado devido a uma ameaça terá atirado: "Vou-lhe mostrar o que é condenável." Depois avançou e desferir um violenta cabeçada no adversário, partindo-lhe o nariz.

Com a polícia como testemunha, o caso seguiu mesmo para tribunal, e o jogador foi punido com um castigo de 48 jogos. Para além disso, o tribunal decretou que o jogador está impedido de jogar na Áustria até o outono de 2023.

Devido ao sucedido, o Viktoria Bregenz acabou por despedir o jogador. "Viktoria significa integração, não podemos tolerar tais incidentes. Excluímos Arkanusaev do nosso clube. Queremos evitar que ele, enquanto jogador, possa contornar a suspensão e voltar a jogar", referiu Horst Elsner, diretor dos austríacos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.