O fim-de-semana que ontem terminou foi de emoções fortes para os portugueses a competir nos principais campeonatos europeus futebol.

Rúben Dias e Danilo estrearam-se a marcar por Manchester City e Paris Saint-Germain, respetivamente, e juntaram-se a Cristiano Ronaldo, João Félix, Rúben Neves, José Fonte e André Silva, que também fizeram o gosto ao pé.

Inglaterra

O defesa internacional português Rúben Dias estreou-se no sábado a marcar pelo Manchester City, na vitória por 2-1, da equipa que lidera confortavelmente a liga inglesa de futebol frente ao West Ham, no jogo inaugural da 26.ª jornada da Premier League.

No estádio Etihad, em Manchester, Rúben Dias, que no início da época trocou o Benfica pelo City, abriu o ativo à passagem da meia hora de jogo, a passe do holandês Kevin De Bruyne, num jogo em que Cancelo e Bernardo Silva ficaram no banco, depois de terem sido decisivos na quarta-feira anterior no triunfo sobre o Borussia Mönchengladbach para a Liga dos Campeões.

No mesmo dia, o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, empatou no terreno do Newcastle (1-1). Com cinco portugueses no ‘onze’ inicial (Rui Patrício, Nelson Semedo, Rúben Neves, João Moutinho e Pedro Neto) e com Fábio Silva na segunda parte, o Wolverhampton até esteve a perder, depois de Lascelles ter dado vantagem à equipa da casa, aos 52 minutos. Mas, num lance com assistência de Pedro Neto, aos 73 minutos, Rúben Neves fez o golo dos ‘wolves’, acabando o 1-1 por se manter até final da partida.

Já o Leeds United perdeu na receção ao Aston Villa, por 1-0, com o internacional português Hélder Costa a titular.

Enquanto isso, no domingo, o Leicester saiu derrotado por 3-1 do jogo com o Arsenal. A jogar em casa e com o defesa português Ricardo Pereira na equipa titular, o Leicester adiantou-se no marcador aos seis minutos com um golo do belga Youri Tielemans. Mas a formação londrina, com Cedric Soares entre as escolhas de Mikel Arteta, deu a volta ao resultado ainda antes do intervalo com golos de David Luiz, aos 39, e Lacazette, na conversão de uma grande penalidade aos 45+2.

No mesmo dia, o Crystal Palace empatou sem golos na receção ao Fulham, num encontro em que o português Ivan Cavaleiro entrou em campo aos 64 minutos, no onze da equipa visitante.

Também nessa tarde o Tottenham, orientado pelo português José Mourinho, regressou às vitórias na liga inglesa de futebol, após dois desaires consecutivos, impondo-se por 4-0 ao Burnley. Um ‘bis’ de Gareth Bale, que abriu e fechou a contagem, aos dois e 55 minutos, respetivamente, e golos de Harry Kane (15), a passe do galês, e Lucas (31), garantiram o triunfo da formação londrina.

Já o Manchester United somou frente ao Chelsea o terceiro empate em cinco jogos para a Liga. A equipa de Bruno Fernandes, que foi titular no encontro de Stamford Bridge, não foi além de um nulo.

Itália

No sábado, a Juventus empatou 1-1 em casa do Verona, para a 24.ª jornada da Liga italiana de futebol. Num encontro de enorme dificuldade para a Juventus, o caminho do golo só foi descoberto pelo português Ronaldo aos 49 minutos (0-1), após um bom trabalho de Federico Chiesa, que 'rasgou' por completo a defesa do Verona.

Depois do 'bis' marcado ao lanterna-vermelha Crotone, que permitiu a Ronaldo recuperar a liderança da lista dos melhores marcadores, o avançado português somou mais um à sua conta pessoal na Série A e lidera com 19 golos.

Com Miguel Veloso chamado à equipa na segunda parte, por troca com o sérvio Ivan Ilic, o Verona ganhou em agressividade ofensiva e chegou ao golo do empate pelo checo Antonin Barák (1-1), aos 77 minutos, com um cabeceamento a um centro de Darko Lazovic.

Enquanto isso, o Parma, com o português Bruno Alves no banco, esteve a vencer por 2-0 em casa do Spezia, com golos de Yann Karamoh, aos 17 minutos, e do brasileiro Hernâni, aos 25, mas permitiu o empate com um 'bis' do ganês Emanuel Gyasi, aos 52 e 72.

Já no domingo, a Atalanta impôs-se por 2-0 na visita à Sampdoria, que não pode contar com o português Adrien Silva, a cumprir castigo, com golos de Ruslan Malinovsky e Robin Gosens, aos 40 e 70 minutos, e o Cagliari venceu por 2-0 o Crotone, num jogo em que o português Pedro Pereira foi titular na equipa da casa.

No último jogo do fim-de-semana, a Roma, do técnico português Paulo Fonseca, foi derrotada em casa pelo AC Milan, por 2-1, e saiu dos lugares de acesso à Liga dos Campeões. Na capital italiana, o médio costa-marfinense Kessie, de grande penalidade, aos 42 minutos, e o avançado croata Rebic, aos 58, fizeram os golos do AC Milan, enquanto, pelo meio, aos 50, o francês Veretout marcou para a formação de Paulo Fonseca.

No AC Milan, o avançado português Rafael Leão foi lançado na partida durante a segunda parte, enquanto Diogo Dalot não saiu do banco de suplentes.

Espanha

No sábado, o Barcelona venceu o Sevilha por 2-0, em jogo da 25.ª jornada da La Liga. Com o avançado Francisco Trincão no banco, o primeiro golo da partida foi apontado aos 29 minutos, pelo francês Dembele, a passe do argentino Lionel Messi, que fixou o resultado, aos 88 minutos.

No mesmo dia, o Eibar empatou a um golo com o Huesca, lanterna-vermelha da prova, com o português Paulo Oliveira no 'onze' titular, e Rafa Soares a entrar em campo aos 78 minutos. Já o Getafe regressou às vitórias com um triunfo por 3-0 na receção ao Valência, que contou com o português Thierry Correia a titular. Os compatriotas Gonçalo Guedes e Ferro não chegaram a sair do banco valenciano.

Já no domingo, o português João Félix, que começou o jogo no banco, marcou um dos golos da vitória por 2-0 do líder Atlético de Madrid em casa do Villarreal.

O primeiro golo do encontro surgiu na sequência de um lance do montenegrino Stefan Savic, aos 25 minutos, que contou com a colaboração de Alfonso Pedraza, que introduziu a bola na própria baliza. Depois de uma primeira tentativa do uruguaio Luis Suárez, aos 53 minutos, o Atlético de Madrid chegou ao segundo golo por João Félix, aos 69, com um remate colocado em posição frontal, após um alívio deficiente de Pau Torres.

No mesmo dia, o Granada venceu em casa por 2-1 o Elche, com golos do português Domingos Quina, aos 31 minutos – foram ainda titulares Rui Silva e Domingos Duarte - e Antonio Puertas, aos 79. E, com o português Jota no banco, o Valladolid empatou 1-1 em casa do Celta de Vigo.

França

Na sexta-feira, o Nice, sem o internacional português Rony Lopes, que está lesionado, surpreendeu o Rennes ao vencer em casa deste por 2-1, em jogo da 27.ª jornada da I Liga francesa de futebol.
No dia seguinte, o Paris Saint-Germain (PSG) ganhou por 4-0 na visita ao Dijon, com o internacional português Danilo a fechar o marcador. O avançado italiano Moise Kean abriu a contagem, logo aos seis minutos, com a jovem estrela gaulesa Mbappé a 'bisar', aos 32 e 51, e com o médio ex-FC Porto a encerrar as contas, aos 82, naquele que foi o seu primeiro golo pelos franceses.
Já no domingo, o português José Fonte marcou no empate 1-1 do líder Lille na receção ao Estrasburgo, num jogo em que os portugueses Xeka e Tiago Djaló entraram na segunda parte, enquanto Renato Sanches não saiu do banco. Também o Montpellier, com os portugueses Pedro Mendes e Mathis Carvalho no banco, empatou a 0-0 em casa do Reims.
No último jogo do dia, Marselha e Lyon empataram 1-1. O camaronês Ekambi colocou o Lyon em vantagem, aos 21 minutos, mas o polaco Arkadiusz Milik empatou para o Marselha, aos 44. O Lyon, com Anthony Lopes a titular, jogou ainda desde os 70 minutos com menos um jogador, por expulsão do brasileiro Lucas Paquetá.

Alemanha

Na sexta-feira, o 19.º golo do internacional português André Silva na Liga alemã de futebol revelou-se insuficiente para impedir a derrota do Eintracht Frankfurt no campo do Werder Bremen, por 2-1, na abertura da 23.ª jornada.

De regresso à equipa, após a lesão que o afastou do embate com o Bayern de Munique, na ronda anterior, o avançado luso inaugurou o marcador logo aos nove minutos, na sequência de um cruzamento de Filip Kostic, anotando o sétimo tento nas últimas cinco partidas pelo Eintracht.

André Silva tem agora 19 golos na ‘Bundesliga’, mantendo-se como segundo melhor marcador da competição, atrás do polaco Robert Lewandowski (26), do Bayern de Munique, e à frente do norueguês Erling Haaland (17), do Borussia Dortmund.

Já no domingo, o Bayern Munique goleou o Colónia (5-1), no jogo que marcou a estreia de Tiago Dantas na equipa principal do emblema bávaro. O jovem médio entrou ao minuto 87, para o lugar de Leroy Sané.

Por seu turno, o Borussia Dortmund recebeu e venceu o Arminia Bielefeld com três golos marcados no segundo tempo, por intermédio de Dahoud (48), Sancho (58) e Reinier (81), num encontro que contou com Raphael Guerreiro de início.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.