O Provedor da Ética no Desporto e o Coordenador do Plano Nacional de Ética no Desporto apelaram este sábado a uma “era nova de mais diálogo” no futebol nacional, criticando o “elevado grau de conflitualidade” existente.

Numa mensagem conjunta intitulada “A Paz nasce da Ética - Um manifesto para um campeonato sem casos”, divulgada no fim de semana em que arranca a I Liga, Manuel Sérgio e José Carlos Lima afirmam que esta conflitualidade “dificulta um diálogo lúcido e sereno” no mundo do futebol.

“No dealbar da I Liga de 2017/18, pedimos licença para lembrar a todos os dirigentes desportivos, mormente os dirigentes dos principais clubes, que é preciso entrar numa era nova de mais diálogo, de mais cooperação, de mais concertação (…). O elevado grau de conflitualidade entre os principais dirigentes dos nossos principais clubes (…) dificulta um diálogo lúcido e sereno entre os agentes do futebol”, pode ler-se.

Considerando que o desporto “não se resume a uma atividade física” e é “uma atividade instauradora e promotora de valores”, o manifesto convida os agentes do futebol a “transcender-se”.

“Também os dirigentes, os ‘dirigentes-adeptos’ e os adeptos dos clubes de futebol são convidados a transcender-se. Como? Tornando-se cada vez mais livres e libertadores: livres, porque se libertaram dos conflitos resultantes de cegos clubismos, particularismos, reducionismos; libertadores, porque se mostram capazes de lançar pontes de solidariedade em direções aos clubes rivais”, sublinham.

“No Desporto, mais do que competição, deveremos criar verdadeira ‘coopetição’ (um misto de competição e de cooperação) (…) O progresso do nosso futebol precisa urgentemente da Paz que nasce da Ética – precisa de homens que, porque eticamente se transcenderam, sejam novos e façam novas todas as coisas. Com ‘homens caducos’ as estruturas continuarão decrépitas. E, com ‘estruturas decrépitas’, até os homens de poderosos recursos teóricos e práticos, com dificuldade encontrarão espaço, para inovar ou reformar. ‘A Paz nasce da Ética’, queremos dizer: a Paz só com Ética se concretiza. Com Homens, portanto”, preconizam.

Manuel Sérgio e José Carlos Lima apelam ainda à comunicação social para que se “vinculem a uma informação criteriosa e verdadeira, opondo-se à promoção de ‘faits divers’, e a uma banalização de um futebol de casos”.

Ambos aplaudem, ainda assim, a “muito boa valia pedagógica e técnica” dos treinadores nacionais e “o prestígio” das escolas de formação de jogadores, que “têm oferecido ao futebol mundial alguns dos seus melhores jogadores”.

A edição de 2017/18 da I Liga começa no domingo, com a visita do Sporting ao Desportivo das Aves, a partir das 18:00.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.