“Nos sete meses que esteve na Arábia Saudita Jorge Jesus recebeu 5,1 milhões de euros. Se regressar já a Portugal terá de pagar mais de 2,5 milhões em impostos. Em ordenados perde 2,4 milhões por ter sido despedido a cinco meses do final do contrato”, refere a publicação do jornal Correio da Manhã.

Recorde-se que o Al Hilal anunciou em comunicado publicado nas redes sociais que Jorge Jesus deixou de ser o treinador da equipa principal. O motivo da saída foi o facto de Jorge Jesus se recusar a renovar com o emblema de Riade. Os sauditas queriam que o antigo treinador de Sporting e Benfica renovasse por dois anos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.