Esta quinta-feira à noite, a equipa minhota deixou de ser “Enorme” para se tornar “Gigante” ao empatar a zero na segunda mão da Liga Europa, beneficiando do empate a um golo em Kiev da semana passada. Guerreiros do Minho juntam-se aos portugueses FC Porto e Benfica e aos espanhóis do Villarreal nas meias-finais da prova europeia.

Domingos Paciência tinha pedido, ontem em conferência de imprensa, aos seus jogadores respeito, ambição e optimismo. Mesmo a jogar com dez jogadores a partir do minuto 27, o Sporting de Braga demonstrou o porquê de lhe chamarem Mágico.

Não é todos os dias que uma equipa como o Sporting de Braga consegue eliminar numa só temporada europeia equipas como o Celtic de Glasgow, Sevilha, Liverpool e agora o Dínamo de Kiev.

Num onze algo diferente, com jogadores adaptados na defesa, Domingos Paciência viu a situação piorar quando Paulo César entrou duramente, e de forma infantil, sobre Yarmolenko do Dínamo de Kiev, ditando a sua expulsão aos 27 minutos, numa altura em que os bracarenses estavam bem na partida. Depois do sucedido gerou-se uma grande confusão entre os atletas das duas equipas.

Dois minutos antes da expulsão do avançado brasileiro, Yarmolenko apareceu sozinho na área, após centro de Danilo Silva e cabeceou com perigo, mas à figura do guardião dos bracarenses.

Perto do intervalo, o Sporting de Braga tinha tudo para fazer o golo mas o guardião dos ucranianos negou depois de um bom entendimento entre Hugo Viana e Meyong.

O Sporting de Braga entrou muito forte no segundo tempo e foi a equipoa que esteve sempre mais perto de inaugurar o marcador no Estádio Axa. Lima, Hugo Viana e Alan foram os jogadores que estiveram perto de levar os cerca de 20 mil adeptos bracarenses ao delírio.

Um dos ingredientes para este resultado da segunda mão foi a grande exibição do central Paulão e do médio Vandinho (esta noite adaptado a central).

Com o apito final, as pedras da "Pedreira" bracarense foram pequenas demais para tanto entusiasmo, dentro e fora do relvado, com os jogadores estendidos no chão e os adeptos a cantar «E salta Braga e salta Braga olê».

O Sporting de Braga bem pode orgulhar-se pois foi a melhor equipa esta noite e defrontará o Benfica nas meias-finais da Liga Europa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.