O Comité de Ética da FIFA decidiu hoje prolongar em 45 dias a suspensão provisória do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, por violação das regras do organismo.

Marco Polo Del Nero foi suspenso temporariamente de qualquer atividade relacionada com futebol, tanto a nível nacional como internacional.

A decisão foi tomada em 15 de dezembro, pelo Comité de Ética da FIFA, e o prazo da suspensão foi hoje alargado em 45 dias. A sanção vigora a partir em 15 de março.

O brasileiro, de 77 anos, foi considerado culpado por aceitar subornos de empresas de marketing desportivo, no valor de seis milhões de dólares, em troca de contratos de concessão de direitos televisivos para alguns jogos de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.