O velório do futebolista argentino Diego Armando Maradona, falecido esta quarta-feira aos 60 anos, foi marcado por alguns tumultos entre adeptos e forças policiais que obrigaram a encerrar a Casa Rosada, a sede da presidência da República Argentina, onde decorre a cerimónia fúnebre em que o governo argentino prevê a participação de cerca de um milhão de pessoas.

Veja o vídeo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.