Em encontro dos oitavos de final da Liga Europa, o Zenit recebeu e venceu o Torino esta quinta-feira por 2-0 no Estádio de S. Petersburgo. Witsel (38’) e Criscito (52’) fizeram os tentos da partida.

André Villas-Boas, técnico da formação da casa, contou com os portugueses Neto, Danny e com Garay, Javi Garcia, Witsel e Hulk, futebolistas que passaram pelo campeonato luso.

Já o Torino, em ano de regresso às provas europeias após um interregno de 22 anos, sabia que o seu principal perigo residia em Quagliarella, o melhor marcador da equipa com quatro golos, mas não contava com o médio trabalhador Giuseppe Vives devido a castigo.

A partida estava pautada por um equilíbrio "estratégico" das duas equipas, que se encaixavam mutuamente e o jogo acabava por ser muito tático. Aos 27’, surge o primeiro lance duvidoso com Jorge Sousa a expulsar Benassi depois de este ter feito falta sobre Witsel. O Torino ficou reduzido a dez unidades e viu a sua missão ficar muito complicada.

O Zenit intensificou a pressão e teve algumas iniciativas relevantes até que, aos 38’, Witsel abriu as hostilidades que, na pequena área aproveitou uma defesa de Padelli para a frente e fez o primeiro, resultado com que se fechou o primeiro tempo. Viu-se um Zenit mais ofensivo e com a iniciativa do jogo.

A segunda parte começou da melhor forma para o Zenit, que marcou aos 52’, por intermédio de Criscito. Contudo, o mérito da jogada vai toda para a dupla Danny-Hulk, que tabelaram, com a bola a sobrar para o antigo avançado do FC Porto, que rematou ao poste. A bola ressaltou e acabou por ir ter direitinha aos pés do lateral esquerdo.

O Torino tentava ser consistente na zona mais defensiva e até ia conseguindo sê-lo, mas a saída para o ataque não era mais do que uma intenção, pois Quagliarella estava abandonado na frente de ataque (a formação italiana não fez um único remate à baliza adversária contra sete do líder do campeonato russo).

A turma russa não quis forçar demasiado o terceiro tento perante um conjunto frágil e foi circulando a bola à espera que alguma oportunidade surgisse para aumentar a vantagem.

Uma vitória do conjunto favorito que viu o seu trabalho facilitado com a expulsão de um jogador do 8.º classificado do Calcio e não teve de suar muito para levar dois golos de vantagem para o encontro da próxima quinta-feira.

O Zenit já está com um pé nos quartos de final da Liga Europa, mas antes disso terá de se deslocar a Turim para disputar a segunda mão, marcarda para o dia 19 de março, no Estádio Olímpico de Torino.

veja aqui as fotos do jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.