Ao terceiro encontro no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, Abel Ferreira acabou expulso por protestos contra a equipa de arbitragem.

Em três jogos, o treinador português soma três vitórias, mas nem isso o impediu de contestar o juiz do encontro. "Antes de ser treinador, sou homem. Com toda humildade e respeito pedi para falar com o árbitro, mas não percebi a arrogância e prepotência dele em não me receber. E outra: sou religioso. Na igreja tenho que estar calado. Mas estou no futebol, não na igreja", justificou o treinador do Palmeiras.

Recorde-se que, no final do mês de outubro, Abel Ferreira trocou o PAOK pelo Palmeiras. Desde a sua chegada, o treinador português só sabe vencer e bateu até agora o Bragantino - confirmando a qualificação dos ‘palmeirenses' para os quartos de final da Taça do Brasil de futebol -, o Vasco da Gama - treinado por Sá Pinto em partida do Brasileirão - e, esta quarta-feira, o Ceará - já nos quartos de final da Taça do Brasil.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.