O Cruzeiro, treinado pelo português Pepa, perdeu na receção ao Fluminense por 0-2, na 5.ª jornada do Brasileirão. O jogo ficou marcado por uma grande penalidade falhada Bruno Rodrigues, duas vezes, num caso insólito.

Com o resultado já em 2-0 e com o Fluminense reduzido a 10 jogadores, por expulsão de André, aos 77 minutos, Bruno Rodrigues marcou uma grande penalidade, que o árbitro mandou repetir após defesa do guarda-redes Fábio, que se adiantou.

Na repetição, Henrique Dourado tirou a bola a Bruno Rodrigues e quis ser ele a marcar o penálti, mas acabou por ser o mesmo jogador, que na segunda tentativa voltou a falhar, com a bola a resvalar ainda no poste da baliza contrária antes de sair para fora.

Veja o lance

No final, Pepa criticou a situação, considerando que foi um ato irresponsável, mas que está resolvido.

"Foi um caso feio, inadmissível, mas está resolvido, está encerrado. Não esperámos para resolver mais tarde. Foi um ato irresponsável, inadmissível, mas está resolvido. Não vamos crucificar ninguém", disse o treinador português.

Henrique Dourado, que já passou pelo Vitória de Guimarães, desvalorizou a situação.

"São coisas do jogo, acabamos por ter aquele debate ali. Todos querem ajudar o Cruzeiro, é futebol. Mas acima de tudo, a instituição está acima de qualquer atleta. Agora vamos conversar sobre isso e depois pensar já no próximo jogo", disse o avançado.

No final do jogo, Bruno Rodrigues saiu a chorar.

Com a derrota, o Cruzeiro cai para o quinto lugar, com nove pontos, mas a poder ser ainda ultrapassado por Fortaleza ou São Paulo, imediatos perseguidores, a um e dois pontos de distância, e que se defrontam hoje.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.