André Silva está a realizar a melhor época da sua carreira, já com 27 golos marcados na Bundesliga pelo Eintracht Frankfurt na prova, ocupando o segundo lugar da lista de melhores marcadores da prova. À sua frente só mesmo o inevitável Robert Lewandowski 8que leva 40 remates certeiros), mas atrás de si surgem nomes como os jovens prodígios do Dortmund Jadon Sancho ou Erling Haaland.

O avançado internacional português concedeu, na noite de segunda-feira, uma entrevista ao canal ELEVEN, na qual se mostrou orgulhoso pelo que tem feito ao longo da presente temporada.

"Estar no Eintracht a lutar pela Champions e pelos melhores marcadores, acho que é um grande feito. Sinto-me orgulhoso e sinto que as coisas me estão a correr bem. Estou a conseguir desfrutar de tudo e sinto-me muito bem", começou por dizer.

"Em relação ao Lewandowski, já sabemos da qualidade que tem. Tenho pena que o Bayern tenha essa qualidade e que também tenham muitas oportunidades e que ele seja letal em frente à baliza, o que complica um bocado o meu trabalho e o do Eintracht. Se não fosse ele, era eu e o Haaland que estaríamos a disputar o troféu de melhor marcador. Mas faz parte do futebol e ele merece estar nesse patamar", acrescentou o antigo atacante do FC Porto, de 25 anos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.