O Bayern de Munique operou hoje uma reviravolta em Estugarda e venceu por 3-1, mantendo a liderança isolada da Liga alemã de futebol, em jogo da nona jornada, na qual André Silva assinou um ‘bis' pelo Eintracht Frankfurt.

No regresso à competição interna, após terem ‘selado' o apuramento para os ‘oitavos' da Liga dos Campeões, a meio da semana, os bávaros foram surpreendidos aos 20 minutos, na sequência de um contra-ataque rapidíssimo, que terminou com um golo do francês Tanguy Coulibaly.

Contudo, o compatriota Kingsley Coman empatou o jogo, aos 38 minutos, e assistiu o ‘inevitável' Robert Lewandowski (melhor marcador da prova, com 12 golos) para a reviravolta, aos 45+1, cabendo ao brasileiro Douglas Costa fixar o resultado, aos 87.

Os bávaros mantêm-se no topo da classificação, com 22 pontos, mais dois do que o Leipzig, que venceu o ‘aflito' Arminia Bielefeld, por 2-1, e subiu à vice-liderança, capitalizando o desaire do Borussia Dortmund diante do Colónia.

A formação comandada por Julian Nagelsmann marcou pelo espanhol Angeliño, aos 29 minutos, e pelo francês Christopher Nkunku, aos 47, tendo ainda falhado uma grande penalidade, por Alexander Sorloth. O Arminia Bielefeld, que ocupa o penúltimo lugar, reduziu através de Fabian Klos, aos 76 minutos.

Sem o português Raphael Guerreiro, o Dortmund foi surpreendido em casa pelo Colónia, por 2-1 e caiu para a terceira posição, a dois pontos do Leipzig.

A primeira vitória dos visitantes na presente edição da ‘Bundesliga' - e consequente ‘fuga' à zona de despromoção - teve a ‘chancela' do tunisino Ellyes Skhiri, com golos aos nove e 60 minutos, enquanto o belga Thorgan Hazard reduziu para o Borussia, aos 74.

O Eintracht Frankfurt somou o sexto jogo seguido sem vencer, ao empatar 3-3 no terreno do surpreendente Union Berlim. A formação da capital, que ocupa uma posição de acesso às competições europeias, conseguiu uma vantagem de dois golos ainda antes dos 10 minutos, por intermédio de Robert Andrich, aos dois, e Max Kruse, aos seis, de grande penalidade.

O avançado internacional português André Silva ‘bisou', aos 27 e 37 minutos, e repôs a igualdade na partida, chegando aos sete tentos na ‘Bundesliga' (oito em todas as provas), antes de o ex-sportinguista Bas Dost, aos 79, dar a volta ao resultado, que seria fixado numa igualdade, aos 82, novamente por Max Kruse.

No outro jogo do dia, Augsburgo e Friburgo empataram 1-1, com o suíço Ruben Vargas a ‘anular’, aos 80 minutos, o tento inaugural do italiano Vincenzo Griffo, aos 64.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.