O Borussia Dortmund sofreu a bom sofrer para chegar ao golo da vitória na visita ao reduto do Fortuna Dusseldorf.

Depois de uma primeira parte sem grandes oportunidades e contra um Dusseldorf que, apesar de estar abaixo da linha de água, se colocava bem em campo, o Dortmund colocou o esférico no fundo das redes graças a Raphael Guerreiro, que voltava aos golos depois de três jogos consecutivos em branco... só que não.

Isto porque a jogada que levou ao golo foi analisada pelo VAR que viu que a bola bateu, ainda que de forma involuntária, no braço do internacional português.

Depois do Dusseldorf atirar uma bola ao poste e já nos descontos, eis que aparece aquele jovem norueguês que é realmente um desconhecido do futebol europeu e que não marca golos como quem muda de meias (note a ironia) para resolver o jogo.

Haaland (who else?), que começou no banco - entrou aos 61 minutos -, aproveitou da melhor forma o cruzamento de Akanji e cabeceou para o golo da vitória aos 90+5 minutos de jogo. São 16 golos em 14 jogos para o norueguês.

Com este resultado o Borussia Dortmund somou a terceira vitória consecutiva e adia a festa do Bayern por mais uma jornada - os bávaros podiam ser campeões já esta jornada caso o Dortmund perdesse e o Bayern vencesse o Monchengladbach no jogo desta tarde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.