Robert Lewandowski assegurou, em entrevista publicada na revista alemã "Sport Bild", que não tem intenção de deixar o Bayern de Munique e que está novamente "de coração" no clube bávaro.

Lewandowski admite que em abril pensou em deixar o clube devido a uma chuva de críticas que recebeu, pelo que o seu empresário, Pini Zahavi, esteve à procura de uma fórmula de saída.

"Em abril e maio estive na mira de praticamente todos os críticos. Não senti proteção do clube, senti-me sozinho. Em dois ou três jogos importantes não marquei e foi como se alguém tivesse dado a ordem: fogo contra Lewandowski. Ninguém saiu em minha defesa, nem nenhum dos dirigentes", disse o jogador.

Nesse momento, o avançado polaco assegura não se ter sentido bem no Bayern, pelo que pensou numa mudança.

"Era como se eu estivesse há apenas uma temporada no Bayern e não tivesse crédito algum. Por isso pensei na despedida", disse.

No entanto, segundo o jogador, isso ficou para atrás e está outra vez de coração no clube porque sentiu o apoio dos adeptos.

"Estou outra vez de coração no Bayern, senti o apoio dos adeptos e dei conta que ainda me querem aqui", explicou.

Lewandowski disse ainda que a sua intenção é cumprir o seu atual contrato, válido até 2021.

"Nunca entrarei em conflito com o clube. Não vou perder mais tempo a pensa noutros países", disse.

O jogador admitiu que estendeu o seu contrato com Zahavi, mas disse que isso não significa que o agente tenha de procurar uma saída do clube.

"É verdade, mas isso não significa que tenha de tratar de uma transferência. Há muitas outras coisas com as quais um empresário tem que se ocupar", disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.