O reconduzido a mais um mandato à frente da Associação Regional de Futebol de Santiago Sul (ARFSS), Mário “Donnay” Avelino, aponta as baterias para a presidência da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF).

Mário Donnay Avelino acredita que a aposta dos clubes na lista da continuidade está «indubitavelmente ligada à forma como trabalha sem demagogia» para desenvolver o futebol na região desportiva de Santiago Sul, pelo que, disse, a sua vitória nunca foi ameaçada nesta corrida ante uma lista apresentada por Adalberto “Lata” Correia.

Segundo o presidente reeleito, nesta eleição de sexta-feira, cumpriu um dos seus grandes objetivos: ser eleito pelo terceira vez consecutiva para dirigir o destino do futebol na região desportiva de Santiago Sul, mas a sua grande aposta para 2013 passa, necessariamente, por presidir a FCF, cuja eleição deverá ocorrer em abril próximo.

A este propósito, afirma que a sua equipa conta com órgãos sociais capazes de assegurar a continuidade do projeto apresentado aos clubes para a sua reeleição, alegando que tem uma estrutura «bem concebida», para que a vice-presidência passe a assumir a liderança, em caso da sua eleição na FCF.

Na corrida à sucessão de Mário Semedo à frente da Federação Cabo-verdiana de Futebol já se posicionam oficialmente dois nomes: Mário Donnay Avelino e o advogado Victor Osório.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.