A seleção portuguesa de futebol começou hoje a preparar o duelo com o Chile, das meias-finais da Taça das Confederações, com um treino em São Petersburgo, numa sessão em que estiveram ausentes Raphael Guerreiro e Bernardo Silva.

Guerreiro continua a recuperar de um problema no pé esquerdo, lesão que sofreu no encontro com a Rússia (1-0), enquanto Bernardo Silva também está com problemas físicos e não esteve em condições de treinar.

O médio lesionou-se no último sábado frente à Nova Zelândia (4-0), jogo em que marcou o segundo golo de Portugal, tendo ficado nos balneários após o intervalo.

No pequeno complexo de Turbostroitel, em São Petersburgo, o selecionador Fernando Santos contou com 21 jogadores, incluindo Cédric Soares, que falhou a terceira e última jornada do Grupo A devido a uma mialgia.

Nos 15 minutos que foram abertos à comunicação social, o lateral do Southampton trabalhou sem limitações e deverá ser opção para o encontro com os chilenos.

Durante esse período, os jogadores da seleção nacional fizeram os habituais exercícios de aquecimento, quase sempre com a presença da bola.

Como tem sido hábito, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, esteve a assistir ao treino e, antes da sessão começar, esteve entretido a tentar fazer cantos diretos.

À tarde, às 16:15 (14:15 horas de Lisboa), a comitiva lusa viaja para Kazan, onde na quarta-feira defronta o Chile, no primeiro jogo das meias-finais da Taça das Confederações.

A partida vai decorrer na Arena Kazan e tem inicio agendado para as 21:00 (19:00).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.