Fernando Santos afirmou que não tem preferências entre Alemanha e o Chile na próxima fase da competição. Na zona de entrevista rápidas após o jogo com a Nova Zelândia que acabou com a vitória de Portugal por 4-0, o selecionador disse que são duas equipas fortes que vão ser analisadas com cuidado.

“Alemanha e Chile são duas equipas muito fortes. Vamos analisar o jogo e venha quem vier vamos entrar com o mesmo objetivo de sempre”.

Questionado sobre a ausência de Pepe no jogo da meia-final, Fernando Santos revelou que tinha Neto a aquecer para substituir o central que estava em risco de ficar de fora e fica mesmo depois de ter visto o cartão amarelo.

“Tinha o neto a aquecer para entrar, mas o jogo estava esquisito. A Nova Zelândia acabou por causar alguma preocupação, mas conseguimos o nosso objetivo de vencer com golos e sem sofrer”.

O caminho para a final está a apenas um jogo de distância. Para o selecionador, o caminho agora é fácil. Não há empates e é preciso ganhar.

“Há um resultado que deixa de existir: o empate. Temos de ir jogo a jogo e manter a nossa qualidade. Atacar quando temos de atacar e defender quando temos de defender. No final só há um método. Vencer”.

Portugal venceu a Nova Zelândia por 4-0 e está nas meias-finais da Taça das Confederações. Com a vitória por estes números, a seleção nacional termina o grupo na primeira posição.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.