A Espanha goleou hoje a modesta seleção do Taiti por 10-0, em jogo da segunda jornada do grupo B da Taça das Confederações de futebol, disputado no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Fernando Torres (5, 33, 57 e 78 minutos) foi o marcador de serviço da equipa campeã mundial e europeia em título, tendo sido secundado por David Villa (39, 49 e 64), David Silva (31 e 89) e Juan Mata (66).

Foram 10 golos, mas podiam ter sido muitos mais, tal a diferença incalculável entre a valia das duas seleções. De pouco valeu ao Taiti o esmagador apoio das bancadas, que bem tentou puxar pela 'mascote' do torneio.

Com este triunfo, a Espanha isolou-se no comando do grupo com seis pontos, ficando praticamente apurada para as meias-finais, dada a larga vantagem que já detém na diferença de golos. Aliás, esta foi a maior goleada de sempre da história da Taça das Confederações e a terceira maior de sempre de Espanha, depois do 13-0 à Bulgária nos anos 30 e os 12-1 a Malta na década de 80 do século passado.

O grupo conhece ainda hoje o desfecho da segunda jornada, o embate entre Uruguai e a Nigéria em Salvador, sendo que a vitória nigeriana, ou empate, dão automaticamente o apuramento à Espanha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.