O Uruguai venceu esta noite a Nigéria, por 2-1, em jogo da segunda jornada do grupo B da Taça das Confederações, e deu um passo decisivo nas suas aspirações de chegar às meias-finais da competição.

Perante o grande adversário na luta pelo segundo lugar do grupo - face à já previsível primazia de Espanha -,  a seleção comandada por Oscar Tabarez enfrentou muitas dificuldades e foi mesmo dominada pela congénere africana durante largos momentos.

Os uruguaios adiantaram-se primeiro no marcador, por intermédio de Lugano, aos 19, mas a Nigéria conseguiu responder de forma rápida com o empate, aos 37, através de Obi Mikel. 

Porém, a riqueza do ataque uruguaio - composto por Suárez, Cavani e Forlán - serve para resolver muitos problemas e esta noite a solução passou pelos pés do veterano Diego Forlán. O avançado, de 33 anos, decidiu o jogo na segunda parte com um fantástico remate de primeira sem hipóteses para Enyeama, naquele que foi o seu centésimo jogo pela seleção 'charrua'.

Os últimos minutos foram de grande sofrimento para o Uruguai, que tentou resistir a todas as tentativas nigerianas. A sorte e a atenção de Muslera ditaram o sucesso da resistência sul-americana, que agora segue para a última jornada apenas obrigada a vencer o frágil Taiti, enquanto a Nigéria terá pela frente a toda-poderosa Espanha.

Os jogos da terceira jornada do Grupo B estão agendados para domingo. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.