Alguns jogadores da seleção mexicana foram vistos num bar de alterne no Rio de Janeiro, uma das cidades que acolhe jogos da Taça das Confederações, avançou esta quinta-feira a imprensa mexicana, gerando a polémica.

Inicialmente, o sucedido foi avançado por um colunista brasileiro e o selecionador mexicano, José Manuel de la Torre, já veio desmentir que tal tenha sucedido e que os jogadores estiveram sempre concentrados. No entanto, no México os jornais escrevem que além dos jogadores havia membros da equipa técnica neste bar de alterne, com base em testemunhos dos empregados e de turistas mexicanos.

Jorge Torres Nilo, jogador da seleção, admitiu apenas que a equipa saiu para um jantar rápido.

Há oito anos, durante a Copa América, oito jogadores foram expulsos da seleção, depois de terem levado prostitutas para os seus quartos de hotel.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.