Portugal está empatado com o México no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar da Taça das Confederações. Na última partida lusa na prova, Fernando Santos fez oito alterações face à equipa que perdeu com o Chile nas meias-finais. Em termos de ausência, o destaque vai para Ronaldo que deixou a concentração da equipa para conhecer os filhos recém-nascidos. Bernardo Silva estava em dúvida, mas não recuperou a tempo de ir a jogo.

Na reedição do primeiro jogo, tanto México como Portugal entraram com vontade de vencer e a tentar controlar o encontro. O meio-campo luso manteve algum domínio perante os ‘aztecas’ enquanto a construção de jogo saia com alguma dificuldade.

Aos 13 minutos, Portugal dispôs de uma oportunidade soberana de chegar à vantagem. Depois de um grande passe de Pizzi, André Silva ficou frente a frente com Ospina, mas foi derrubado por Rafa Marquéz. Na sequência do lance, o árbitro do encontro consultou o vídeo-árbitro que deu grande penalidade para Portugal. Chamado a converter, André Silva manteve o enguiço na marca dos 11 metros e permitiu a defesa do guarda-redes mexicano.

Após a grande penalidade, a seleção nacional manteve algum domínio, mas foi o México a estar perto do golo. Rafa Marquéz, num livre em que a bola foi colocada na área esteve perto de bater Rui Patrício, mas o guarda-rede do Sporting estava atento e segurou a bola com segurança.

Num encontro com menos intensidade do que o primeiro embate da fase de grupos, o México voltou a estar perto do golo. Carlos Vela trabalhou bem fora da área deixou a bola redondinha para Chicarito Hernández. O avançado do Bayer Leverkusen tirou um defesa do caminho com classe e rematou para uma enorme defesa de Rui Patrício.

Até ao intervalo Nélson Semedo ainda tentou fazer o golo depois de uma boa jogada pela direita, mas rematou à figura do guarda-redes do México. Bom entendimento entre o defesa do Benfica e Gelson Martins pela direita, mas que não deu em golo nos primeiros 45 minutos.

Em jogo está o terceiro lugar na Taça das Confederações e o último posto do pódio da prova. Mais logo, Alemanha e Chile disputam a grande final da competição que encerra este domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.