Novos protestos estão a ocorrer hoje em Fortaleza, capital do estado brasileiro do Ceará (nordeste), onde dentro de poucas horas a seleção brasileira jogará contra o México, no âmbito da Taça das Confederações.

Os protestos reúnem cerca de 5.000 pessoas, que reclamam principalmente contra os gastos com os grandes eventos desportivos, segundo as primeiras informações difundidas pela imprensa brasileira.

De acordo com o jornal "Folha de São Paulo", os manifestantes empunham cartazes com palavras de ordem contra o governo da Presidente Dilma Rousseff e a Federação Internacional de Futebol (FIFA), responsável pela organização da Taça das Confederações e do Mundial2014, que acontecerá também no Brasil.

Os manifestantes pretendem marchar em direção ao estádio 'Arena do Castelão', onde o jogo Brasil-México tem início previsto para as 16:00 (20:00 em Lisboa).

A Polícia Militar já cercou o local para impedir que a manifestação alcance o estádio.

Em Belo Horizonte, manifestantes vandalizaram o "Relógio da Copa", que fazia a contagem decrescente até ao Mundial2014, na terça-feira à noite (madrugada de hoje em Lisboa) e uma nova manifestação está convocada para a tarde de hoje.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.