Fernando Valente revelou o sucedido, visivelmente consternado: «O pai do Daniel ligou-me há pouco a confirmar mais esta triste notícia, depois de há coisa de um mês termos ‘perdido’ o Rui, o nosso roupeiro, também de forma trágica (morte súbita)».

O acidente que vitimou Daniel Silva, condutor de uma das viaturas envolvidas, aconteceu em Penafiel na madrugada de segunda-feira, cerca das 00:30, e seguiu-se a um jantar com outros quatro colegas de equipa, provocando ferimentos em dois deles, após mais um jogo da equipa.

«O grupo está a tentar reagir, mas está a ser muito difícil. O pior aconteceu ao Daniel, mas há outros dois colegas impedidos de jogar mais esta época, sendo que um deles, o Vasco, continua internado, enquanto outros dois ficaram ilesos, mas estão psicologicamente arrasados», sublinhou.

Fernando Valente disse ser normal estes convívios entre atletas após os jogos da equipa, integrada na “poule” que disputa o acesso à II Divisão, e garantiu que o jogo com o Amarante vai mesmo realizar-se no próximo domingo por decisão do grupo, que ainda ponderou solicitar o adiamento.

«Teríamos de jogar até à quarta-feira seguinte, entre isso e jogarmos domingo, preferimos que seja domingo, até para homenagearmos o Daniel», disse Fernando Valente, que fez questão de enaltecer «o espírito e união do grupo».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.