O aflito Sporting da Covilhã e o tranquilo Belenenses empataram hoje sem golos, no campo dos serranos, em partida relativa 29.ª e penúltima jornada da Liga de Honra de futebol.

O “nulo” deitou por terra as aspirações dos "azuis" em jogarem o acesso à subida de divisão, num cenário de alargamento, e os "leões da serra" adiaram para a última jornada a decisão da manutenção.

Foi, na primeira parte, uma partida lenta, jogada sobretudo a meio-campo. O Sporting da Covilhã, a necessitar de maior profundidade atacante, evidenciou dificuldades em construir jogo.

Com um sector intermédio pouco dinâmico, as oportunidades de golo surgiram da iniciativa individual de Pimenta, aos nove minutos, e de Fofana, à meia hora.

Face a uns serranos muito desfalcados, o Belenenses apresentou-se com um futebol mais apoiado, mais rápido nas transições para o ataque, sobretudo pelo corredor direito de Sagna, mas sem capacidade para chegar à zona de finalização com perigo.

O mais perto que os "azuis" do Restelo estiveram do golo foi aos minutos três e 17, primeiro por Sidnei, que cabeceou ao lado, e depois por Sagna, que também falhou o alvo.

A precisar de somar pontos na luta pela permanência, o Sporting da Covilhã regressou no período complementar com mais iniciativa e maior posse de bola, sem no entanto conseguir dar sequência às jogadas.

A exceção aos remates das duas equipas por cima e ao lado foi a tentativa do serrano Fofana, que quase surpreendia Coelho.

A um minuto dos 90, Miguel Rosa atirou a rasar o poste de Nuno Santos e, nos descontos, os "leões da serra" aumentaram a pressão, mas não conseguiram desfazer o “nulo”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.