O Salgueiros, histórico clube do futebol português com 24 presenças no primeiro escalão, está de regresso, três anos depois, aos campeonatos nacionais, iniciando este trajeto com um empate (1-1) frente ao Gondomar.

Depois de ser um dos 20 promovidos dos distritais ao Campeonato de Portugal, o emblema da cidade do Porto deslocou-se ao terreno do Gondomar e não conseguiu ir além de um empate a um golo.

Independentemente disso, o Salgueiros foi a equipa que mais pressão exerceu ao longo dos 90 minutos, num estádio sem público, devido à pandemia de covid-19.

O golo acabaria por surgir aos 22 minutos. Após um cruzamento do veterano Braga, Rúben Alves finalizou, de pé direito, para dentro da baliza da formação gondomarense, inaugurando assim o marcador.

No segundo tempo, a intensidade do jogo baixou consideravelmente, com as duas equipas a sentirem mais dificuldade em criarem perigo junto das balizas adversárias.

Mas a formação da casa, depois de uma jogada construída por Niang, que cruzou para a área, conseguiu repor a igualdade por intermédio de Ângelo, que só teve que encostar para dentro da baliza salgueirista.

O Salgueiros, que durante décadas teve como casa o Estádio Engenheiro Vidal Pinheiro, demolido em 2006, contabiliza 24 presenças no primeiro escalão, no qual não marca presença desde 2001/02, época em que fechou a prova no 16.º lugar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.