Os sócios do Trofense aprovaram esta sexta-feira por unanimidade as contas do clube relativas à época 2013/14, bem como orçamento para 2014/15, informou fonte do atual último classificado da II Liga portuguesa em futebol.

Numa assembleia geral que o presidente do clube da Trofa, Paulo Melro, descreveu à Lusa como "de caráter sobretudo técnico", os associados ouviram a direção apontar como objetivo a constituição de uma Sociedade Anónima Desportiva (SAD).

"Procurei transmitir que, apesar de estarmos confiantes no futuro, mantém-se a necessidade de procurarmos parceiros para além daqueles que temos atualmente. O clube precisa de caminhar para a constituição de uma SAD", apontou Paulo Melro. Relativamente às contas, o Trofense apresentou um resultado negativo de 700 mil euros na época 2013/14.

Fora da votação ficaram as contas da Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (SDUQ), organismo que se dedica à equipa profissional trofense, mas os valores deste organismo foram, disse Paulo Melro, igualmente apresentados e discutidos, existindo um resultado negativo de 360 mil euros.

O orçamento do clube apresentado na sessão desta noite para a época 2014/15 foi de 230 mil euros, um valor que se destina, entre outros aspetos, à formação e manutenção do complexo desportivo.

Quanto ao orçamento da SDUQ, o dirigente do emblema da Trofa explicou que este será discutido numa assembleia específica com a gerência dessa estrutura.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.