"Depois da adesão total dos cerca de 50 trabalhadores à greve realizada a 6 e 7 de Março, hoje, estes trabalhadores retomaram a greve, pelo pagamento dos salários e contra a falência fraudulenta do clube", lê-se em comunicado do STIHTRSS.

O Estrela da Amadora foi impedido de se inscrever na Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) devido às suas dívidas, nomeadamente ao Fisco e Segurança Social, e entrou em processo de insolvência em 2009.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.