A atravessar um bom momento no West Bromwich, Matheus Pereira garante que não guarda ressentimentos por não ter singrado no Sporting. Em entrevista ao jornal Record, o extremo, que está emprestado pelos 'leões' ao emblema do Championship, diz que aprendeu com o passado.

"Não consigo explicar o que se passou… Não tenho de olhar muito para o passado, mas também aprendi com isso. (...) Não posso guardar mágoa de um clube que me acolheu com 12 anos e me deu todas as possibilidades. Joguei na Liga Europa, campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga… Desde a formação deram-me tudo. Sou grato ao clube por tudo o que fez por mim. Jamais guardaria mágoa", explicou o jogador.

"Em alguns momentos posso não ter estado tão bem, mas não quero atribuir culpas. O passado está para trás, vivo o presente. Estou a viver o melhor momento da minha carreira", garantiu.

Matheus Pereira falou sobre a adaptação ao futebol inglês: "[O Championship] é diferente. Vim de uma liga distinta, na Alemanha, mas a cada dia estou a aprender e a evoluir como jogador e pessoa. Estou feliz porque o treinador [Slaven Bilic] gosta de mim. Está sempre a motivar-me, a dar força e liberdade. Para mim é satisfatório. Estou feliz por trabalhar com ele."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.