O Sevilha, vice-líder da Liga espanhola de futebol, teve hoje muita dificuldade em passar a segunda eliminatória da Taça do Rei, precisando de ir a penáltis para afastar o Andratx, do quarto escalão.

Rafa Mir adiantou os sevilhanos, aos 57 minutos, após o que Miquel Llabrés empatou aos 65, relançando a partida.

Após 90 minutos e mais 30 sem golos, os visitantes foram mais eficazes e ganharam por 6-5, numa série em que desperdiçaram um penálti e o adversário dois.

Totalmente diferente foi a prestação do Villareal, clube que ainda está na Liga dos Campeões - foi ao campo do Sanluqueño, do terceiro escalão, para golear por 7-1.

Em Sanlucar de Barrameda, os golos do Villareal foram de Paco Alcácer (dois), Chukwueze, Moi Gómez, Manu Trigueros, Dani Raba e Javi Duro (autogolo). Para os locais marcou Adrián Armental.

Em ação também esteve o quinto da Liga principal, o Real Sociedad, vencedor por 3-0 em Zamora. No terreno da formação do terceiro escalão marcaram Jon Guridi, Beñat Torrientes e Mikel Oyarzabal.

Ao contrário da véspera, em que caíram os primodivisionários Alavés e Levante, hoje não se verificaram casos de 'tomba-gigantes' e os mais fortes passaram a ronda, com maior ou menor dificuldade.

O Rayo Vallecano, com Bebé na equipa, ganhou por 3-1 ao Bergantiños (quarto escalão) e o Elche venceu o Unionistas em Salamanca (terceiro escalão) por 1-0, com um autogolo já nos descontos.

Em jogos sem clubes da Liga principal em ação, apuraram-se Leganes, Cartagena, Gijón, Ponferradina, Valladolid e Eibar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.