Milhares de adeptos do Flamengo comemoraram no estádio do Maracanã a vitória contra o River Plate, que consagrou a equipa brasileira vencedora da Copa Libertadores da América depois de 38 anos de espera.

Com dois golos do Flamengo a ditar uma reviravolta nos minutos finais, mais de 40 mil adeptos foram ao delírio nas arquibancadas do estádio mais emblemático do Rio de Janeiro.

No final da partida, a comemoração transformou o local num grande baile de música 'funk' no qual os 'flamenguistas' dançaram e cantaram o bicampeonato da Taça Libertadores, o torneiro mais importante da América do Sul.

Ricardo Rodrigues contou emocionado à Lusa que via pela segunda vez o Flamengo sagrar-se campeão daquele campeonato.

"Eu estava aqui no primeiro jogo do Flamengo contra o Cobreloa, em 1981. Eu já fui campeão da Libertadores. Eles [flamenguistas] que estão aqui merecem isto e muito mais. Eles amam isto aqui e vivem isto aqui", disse o adepto do Flamengo.

"Jogamos como os argentinos, não desistimos nunca e não podemos desistir, só quando o juiz apitar [o final da partida]. Por isto, estamos aqui nesta festa", acrescentou.

Já Francisca da Silva contou que veio da cidade de Boa Vista, no estado brasileiro de Roraima, para ver o jogo no Maracanã.

"Estou feliz, estou alegre. Realizei um grande sonho de vir ao Maracanã assistir a final do meu Flamengo. Estou há 38 anos esperando esta conquista (...) Estou muito feliz pelo Jorge Jesus que veio salvar o Flamengo", declarou a adepta.

Kevelin da Costa Martins, que se autodeclarou fanática pelo Flamengo, relatou uma extrema emoção graças à conquista da equipa brasileira.

"É uma sensação inexplicável, não estou sabendo conter. Eu já chorei muito de emoção. Estou nervosa. Estou tremendo. É um sonho sendo realizado. Eu pensei, meu Deus, não consegui viajar, mas estou aqui no Maracanã e minha equipa foi campeã", declarou Kevelin.

Outro adepto que mal conseguia falar era Eduardo Gabriel Santos que disse não ter vivido uma emoção maior.

"Não tem como explicar esta emoção. Estou todo arrepiado e já chorei várias vezes", concluiu.

No Estádio Monumental, em Lima, no Peru, dois golos do ex-benfiquista Gabriel Barbosa, aos 89 e 90+2 minutos, deram o troféu aos brasileiros, depois de o colombiano Santos Borré dar vantagem ao River.

O Flamengo regressa ao Brasil neste domingo e, segundo informações da Polícia Militar, sairá do aeroporto em um autocarro até a região da Igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro, onde fará um desfile em um carro aberto para comemorar com os adeptos da equipa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.