O internacional francês Franck Ribéry aceitou hoje as desculpas do Hamburgo, após um dos seus adeptos o ter insultado e empurrado durante o jogo do Bayern de Munique, da Taça da Alemanha de futebol.

Titular pela primeira vez desde 29 de abril, depois de ultrapassada uma lesão num joelho, Ribéry marcou o terceiro golo do triunfo 3-1 em Hamburgo, tendo posteriormente sido insultado, "agredido" com um cachecol no rosto e provocado por um adepto que invadiu o campo, já em tempo de descontos.

O prevaricador mostrou-lhe os dedos médios de ambas as mãos antes de ser intercetado pelos agentes de segurança, tendo o Hamburgo pedido desculpa na rede social Twitter.

"Caro FC Bayern de Munique, caro Franck Ribéry, pedimos desculpas pelas cenas antes do final do jogo. Isto não é o Hamburgo", escreveu o clube germânico no seu site.

Ribéry já revelou ter ultrapassado a situação: "Isto não pode acontecer, mas não é assim tão grave. São coisas que se esquecem depois do jogo. Não sei o que aconteceu. Não foi um jogo fácil para mim, levei muita 'porrada'".

O "capitão" do Bayern de Munique, Philipp Lahm, confirmou que o seu companheiro geriu bem o incidente.

"Franck lida com isso sozinho, mas este tipo de coisas não podem acontecer", avisou, enquanto o presidente do clube bávaro, Karl-Heinz Rummenigge, se congratulou por o francês "ter mantido a calma" e não ter respondido.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.