A seleção portuguesa ascendeu hoje ao segundo lugar do Grupo B de apuramento para o Europeu de 2020, ao vencer a Sérvia por 4-2, em Belgrado, conseguindo o primeiro triunfo, ao terceiro jogo.

Depois dos empates caseiros com a Ucrânia (0-0) e os sérvios (1-1), os campeões europeus em título venceram com tentos de William Carvalho, aos 42 minutos, Gonçalo Guedes, aos 58, Cristiano Ronaldo, aos 80, e Bernardo Silva, aos 86. Por seu lado, Milenkovic, aos 68 minutos, e Aleksandar Mitrovic, aos 85, faturaram para os sérvios.

Para o jogo em Belgrado, Fernando Santos apostou no mesmo onze que utilizou na final da Liga das Nações, com Gonçalo Guedes a fazer dupla na frente com Cristiano Ronaldo, e William Carvalho e Danilo no meio-campo, atrás de Bernardo Silva e Bruno Fernandes.

João Félix começou no banco, assim como Jovic, no lado da Sérvia tendo sido preterido por Mitrovic, que optou por lançar Tadic na frente de ataque.

Logo aos 3 minutos de jogo, Tadic, com espaço à entrada da área, rematou com perigo, mas à figura de Rui Patrício. A equipa lusa foi tendo mais bola nesta fase inicial, mas mostrava dificuldades em chegar à área contrária, com o conjunto sérvio a defender com as linhas muito próximas.

Aos 13' foi a vez de Gonçalo Guedes, herói da final da Liga das Nações, tentar a sorte, mas o remate de pé esquerdo, apesar de forte, saiu muito torto. A Sérvia só voltou a criar perigo ao minuto 27: Kolarov arrancou pelo corredor esquerdo e tirou um cruzamento traiçoeiro, com Patrício a ver a bola passar muito perto dos postes.

Pouco tempo depois, Gonçalo Guedes combinou com Cristiano Ronaldo, sempre muito assobiado, e este rematou já perto da baliza, mas contra um defesa da Sérvia. A bola sobrou para Bernardo Silva, que tocou de calcanhar para Guedes. O jogador do Valência cruzou para CR7, que tentou marcar à segunda, mas o remate saiu bloqueado.

A Sérvia continuava a explorar as costas dos laterais portugueses, e aos 37' Filip Kostic deixou Raphael Guerreiro para trás e cruzou para Kolarov, que rematou ao lado.

Apesar da exibição 'cinzenta', Portugal conseguiu chegar ao colo ainda antes do intervalo, através de William Carvalho. Numa jogada com alguma sorte para a equipa das quinas, Bruno Fernandes levantou para a área, Dmitrovic fez-se ao lance, mas foi atingido por Mitrovic, com a bola a sobrar para o médio do Bétis, que só precisou de encostar.

A segunda parte arrancou com uma daquelas jogadas típicas de Cristiano Ronaldo (48'): o capitão recebeu na esquerda, fintou para o meio e rematou cruzado, com a bola a passar muito perto do poste da baliza da Sérvia. Ronaldo voltou a estar perto do golo aos 50', na cobrança de um livre, a tirar tinta ao poste da equipa contrária.

A Sérvia procurou responder através de Milivojevic, mas acabou por ser Portugal a festejar, uma vez mais. Grande trabalho de Gonçalo Guedes (58'), depois de receber de Bruno Fernandes, a tirar um adversário da frente e a rematar de pé esquerdo para o segundo da formação lusa.

Já depois da saída de Nélson Semedo, devido a lesão (entrou João Cancelo), a Sérvia aproveitou da melhor forma uma enorme desatenção defensiva de Portugal e fez o 2-1: Milenkovic ganhou espaço face à passividade de Danilo, após canto batido na esquerda, e reduziu para a equipa da casa, relançando a partida.

Logo a seguir, uma 'bomba' de Ljajic obrigou Rui Patrício a defender com a ponta dos dedos por cima da trave. A Sérvia despertou com o golo, o que levou Fernando Santos a refrescar o ataque, lançando João Félix para o lugar de Gonçalo Guedes.

Ao minuto 80, Bernardo rasgou a defesa da Sérvia com um passe fantástico para Ronaldo, no limite do fora de jogo com o capitão a picar a bola sobre o guarda-redes adversário. Estava feito o 3-1 e era o início de uma reta final emocionante.

Isto porque a Sérvia voltou a reduzir cinco minutos depois, por intermédio de Mitrovic, num lance em que se pedia mais agressividade a Rúben Dias. No entanto, Bernardo Silva (86') fez Portugal respirar de alívio com o 4-2 final, que garante aos campeões europeus o primeiro triunfo da fase de qualificação.

O Grupo B é liderado pela Ucrânia (13 pontos, em cinco jogos), que ganhou hoje por 3-0 em Vilnius, seguida por Portugal (cinco em três), Luxemburgo (quatro, em quatro), Sérvia (quatro, em quatro) e Lituânia (um, em quatro).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.