Roberto Martínez, selecionador nacional, projetou esta quinta-feira o jogo de amanhã com a Eslováquia, no Estádio do Dragão, da fase de qualificação para o Euro2024.

O técnico espanhol falou do que espera do encontro com os eslovacos, que pode valer desde já o apuramento, mas abordou também outros assuntos da atualidade da seleção nacional, deixando grandes elogios ao jovem João Neves e não querendo avançar se Cristiano Ronaldo será ou não titular.

Portugal à beira do apuramento: "Estamos focados para estar ao mais alto nível amanhã. Não há jogos fáceis e a situação é muito clara. Ganhámos seis jogos porque os nossos jogadores tiveram uma atitude e um compromisso excecional. Depois, isso dá a base para mostrar talento. A nossa seleção tem jogadores que estão num patamar acima de algumas seleções que temos pela frente nesta fase de apuramento, mas isso não chega para fazer os jogos fáceis."

Onze inicial a apresentar: "Falamos muito sobre o onze inicial, mas há cinco substituições e depois há um jogo na Bósnia, no domingo. Isso é, para mim, muito importante. Utilizaremos, como fizemos no último estágio, jogadores para o onze inicial, outros são substituídos, outros mudam... Temos dois jogos muito importantes e olhamos a 21 jogadores mais os três guarda-redes. O Diogo Costa vai jogar amanhã, mas o futebol moderno não é apenas o onze. O que vamos ver amanhã é uma Eslováquia muito bem trabalhada, um 4x3x3. Será esse o desafio para amanhã. Os jogadores sabem isso e já mostraram que quando o adversário joga bem, também sabemos ganhar. Ronaldo? Não vou dar uma resposta".

Porque não chamou substitutos para Raphael Guerreiro e Ricardo Horta: "A lista de convocados tem uma ideia muito clara de como queremos jogar, do adversário e também da possível informação que temos dos jogadores. Convocamos 26 jogadores porque a nossa informação é de que podíamos perder dois e mais uma dúvida. Não é necessário chamar mais quando temos 23 jogadores para jogar. Sei que há mais jogadores portugueses em boa forma do que as 23 vagas. Mas para mim, é precisa continuidade."

Chamada de João Neves: "Eu acho que o João Neves nasceu para jogar futebol. Nasceu para jogar na seleção. Vi um jogador muito natural que está a desfrutar cada minuto. Gosto muito da sua energia, do seu profissionalismo e confiança. Não acho que mostra ser o primeiro estágio e isso é um sinal de um jogador de um potencial muito grande, a nível mundial."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.