Portugal disputa hoje a final do Campeonato da Europa de futebol de sub-19, frente à Alemanha, em Budapeste, Hungria, 11 anos depois de ter perdido o encontro decisivo diante da Itália.

A equipa das “quinas”, vencedora do antecessor Europeu de sub-18 em 1993/94 e 1998/99, igualou este ano o melhor resultado na competição da categoria, agora sob o comando de Hélio Sousa, naquela que é a sétima presença lusa na prova.

Para chegar à final, Portugal venceu os seis jogos de qualificação e os três do Grupo A da fase final, diante de Israel (3-0), da anfitriã Hungria (6-1) e da Áustria (2-1), tendo superado a Sérvia, campeã em título, no desempate através de grandes penalidades nas meias-finais, depois de um “nulo” após prolongamento.

O avançado André Silva é a referência do ataque luso, somando cinco golos marcados na fase final, superado apenas pelo alemão Davie Selke, com mais um golo.

A seleção portuguesa tem, ainda, no médio Marcos Lopes a “estrela” da equipa, enquanto o guarda-redes Tiago Sá é referenciado como “talismã”, depois de ter substituído o lesionado André Moreira e defendido a grande penalidade decisiva no embate com os sérvios.

O jogo vai disputar-se no Estádio Szusza Ferenc, em Budapeste, na Hungria, às 18:00 horas em Portugal continental, sob a arbitragem do espanhol Javier Estrada Fernández.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.