Causou alguma surpresa o facto de Bernardo Silva não ter sido um dos marcadores das grandes penalidades na equipa de Portugal, na final frente a Suécia. Recorde-se que os sub-21 lusos perderam a final do Europeu para a Suécia por 4-3, no desempate por grandes penalidades, depois de 0-0 em 120 minutos.

Bernardo Silva, um dos craques da equipa de Rui Jorge, explicou esta quinta-feira porque não foi um dos marcadores. Gonçalo Paciência, João Mário e Tozé marcaram, Esgaio e William Carvalho falharam.

"Falei com Rui Jorge porque tinha alguns problemas na perna direita, até antes do jogo. Não me sentia confiante para os penáltis e tomámos essa decisão. O treinador preferiu que fossem outros jogadores chamados", explicou Bernardo ao jornal espanhol ´Marca`.

O médio do Mónaco confessou-se desiludido com a derrota nos penáltis, numa prova onde Portugal não perdeu qualquer jogo.

"Perder no último penálti é dececionante. Só nos ganharam nos penáltis. Queríamos terminar a prova a fazer história para o nosso país, porque nunca tínhamos ganho antes. Tinha sido perfeito, mas infelizmente não tivemos sorte no fim para podermos ser campeões", atirou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.