O futebolista Tomás Esteves revelou hoje que a seleção portuguesa de sub-21 está ‘avisada’ que o nível dos adversários no Grupo 7 de apuramento para o Europeu não se pauta por Gibraltar.

“O 'mister' [Rui Jorge] já nos passou a mensagem que, ao nível sub-21, jogos como o de Gibraltar são uma exceção. Os outros serão muito exigentes e nós estamos precavidos para isso”, disse o lateral direito, antes de defrontar a Bielorrússia.

Portugal estreou-se no Grupo 7 de apuramento com uma goleada a Gibraltar, por 4-0, em Alverca, e, na terça-feira, a equipa das ‘quinas’ efetua o segundo jogo, em Zhodino, com a Bielorrússia.

“Estaria a mentir se não dissesse que esperamos uma Bielorrússia mais forte do que a equipa de Gibraltar, mas sinto-me confiante que vamos conseguir sair daqui com os três pontos", disse Tomás Esteves, em declarações à assessoria da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O defesa, do FC Porto, de 17 anos, tornou-se na quinta-feira, depois de entrar para o lugar de Thierry Correia, o mais jovem representar os sub-21 portugueses neste século, batendo um recorde de Rúben Neves.

“Acabei por ultrapassar nomes como o Cristiano Ronaldo, o Rúben Neves e o João Félix. Se me tivessem dito que isto ia acontecer há um ou dois meses, ia dizer que estavam loucos! Fiquei muito orgulhoso, mas não quero ficar por aqui", revelou.

Hoje, a seleção treinou no Estádio Torpedo, em Zhodino, no palco do jogo de terça-feira. Na segunda-feira, a equipa treinará no Complexo BFF, em Minsk, às 18:00 locais (16:00 em Lisboa).

Do Grupo 7 de apuramento para o Europeu, fazem parte, além de Portugal, Bielorrússia e Gibraltar, a Noruega, o Chipre e a Holanda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.