Os jogadores da seleção portuguesa de futebol extravasaram no domingo os sentimentos acumulados ao longo de 32 dias em França e, ao apito final de Mark Clattenburg, deram início aos festejos pela inédita conquista do Campeonato da Europa.

Assim que o árbitro inglês deu por terminado o encontro com a França, todos os jogadores deram ‘asas’ à euforia, depois de um jogo em que Portugal teve de superar a saída de Cristiano Ronaldo, logo aos 25 minutos.

Aliás, entre o golo de Éder, aos 109 minutos, e o final da partida, o ‘capitão’ luso foi dos mais irrequietos no banco de suplentes, sempre ao lado do selecionador Fernando Santos, sofrendo com cada passe e movimento dos seus colegas de equipa.

Assim que soou o apito, Ronaldo virou-se para a bancada onde estavam as famílias dos jogadores, levantou os braços e abraçou-se ao seu amigo Ricardo Regufe, antes de se juntar à festa lusa.

Entre abraços e lágrimas, a equipa portuguesa correu na direção do topo norte, para festejar o triunfo, juntamente com os restantes atletas e adeptos, que estiveram em clara minoria no Stade de France.

Ali, como ‘pano de fundo’, o vermelho e o verde ‘brilhavam’ intensamente, sobre uma tarja que traduz a caminhada da seleção nacional neste Europeu: "Nação valente e imortal".

Ainda antes de Cristiano Ronaldo levantar o troféu de campeão da Europa, a UEFA anunciou, nos ecrãs gigantes do estádio, os vencedores do prémios relativos a este Europeu, com o francês Griezmann a vencer o título de melhor marcador, com seis golos, à frente de português e do compatriota Giroud, ambos com três golos.

Já Renato Sanches venceu o prémio de melhor jogador jovem do torneio.

Pouco depois, nos mesmos ecrãs surgiria uma mensagem de agradecimento a Michel Platini, antigo presidente da UEFA, que se encontra suspenso de toda a atividade ligada ao futebol.

"Obrigado por tudo, Michel", dizia a mensagem.

Portugal sagrou-se hoje campeão europeu pela primeira vez na história, ao vencer a França, por 1-0, após prolongamento, graças a um golo de Éder, aos 109 minutos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.