A seleção feminina de Portugal bateu a Escócia por 2-0, mas falhou a qualificação direta para o Europeu de 2022. A tarefa era quase impossível - Portugal tinha de ganhar por nove golos de diferença - pelo que as lusas vão agora disputar um play-off de acesso à fase final da prova, que se realiza em Inglaterra no próximo ano.

O jogo disputou-se em Em Larnaca, Chipre, devido às restrições nas viagens entre Portugal e o Reino Unido.

As escocesas, sem nada a perder, entraram melhores e só não marcaram graças as intervenções da guarda-redes Patrícia Morais: negou o golo a Martha Thomas aos 16 minutos e a Erin Cuthbert aos 17.

Aos 27 minutos Portugal respondeu e com golo. Ana Capeta pressionou a guarda-redes da Escócia e, com um carrinho, conseguiu intercetar um passe e colocar a bola dentro da baliza.

No segundo tempo a Escócia pressionou muito, na tentativa de chegar ao empate. Valeu a guardiã portuguesa Patrícia Morais, em bom plano, e também a falta de eficácia das escocesas.

Já nos descontos, aos 92 minutos, Fátima Pinto fechou as contas do jogo, com um grande pontapé. Andreia Jacinto centrou, Diana Silva pressionou a defensiva contrária e a bola foi ter com Fátima Pinto que rematou para dentro da baliza.

Portugal termina assim no segundo lugar do Grupo E de apuramento, atrás da Finlândia, vencedora antecipada do grupo, enquanto a Escócia acaba em terceiro, a sete pontos das lusas.

Portugal chegou a este último jogo depois de uma derrota ‘amarga’, na sexta-feira, diante da Finlândia, perante a qual perdeu por 1-0, no último lance de jogo, com um golo de Linda Sällström, aos 90+3 minutos. Um empate deixava o apuramento direto em discussão na última jornada, mas a derrota obrigou Portugal à missão ‘impossível’, que era de vencer a Escócia por nove golos de diferença.

No play-off, cujo sorteio é a 5 de março, além de Portugal, estarão Rússia, Irlanda do Norte, Ucrânia, República Checa ou Polónia e Itália ou Suíça .

Os ‘play-offs’, que se disputam entre 05 e 13 de abril, para os seis piores segundos, são assim o próximo desafio, à semelhança do que aconteceu em 2016, quando Portugal chegou a essa eliminatória decisiva para garantir, frente à Roménia, a presença no primeiro Europeu da sua história, nos Países Baixos, em 2017.

A fase final do Europeu de 2022 realiza-se na Inglaterra, de 06 a 31 de julho, e, além da seleção anfitrião, já se qualificaram Países Baixos, Dinamarca, Noruega, Espanha, Finlândia, Suécia, França, Bélgica, Alemanha, Islândia e Áustria.

Ficha de jogo

Onze da Escócia: Jenna Fife, Lia Evans, Rachel Corsie, Jennifer Beattie, Emma Mitchell, Sam Kerr, Lucy Graham, Emsilie, Caroline Weir, Erin Cuthbert e Martha Thomas

Suplentes: Lee Alexander, Cunningham, McLauchlan, Rachael yle, Zoe Ness, Jane Ross, Lisa Robertson, Sophie Howard, Natalie Ross, Nicola Docherty, Kirsty Hanson, Elizabeth Arnot.

Treinador: Stuart Mclaren

Onze de Portugal: Patrícia Morais, Ana Borges, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Joana Marchão, Dolores Silva, Fátima Pinto, Andreia Norton, Vanessa Marques, Ana Capeta e Jéssica Silva.

Suplentes: Inês Pereira, Rute Costa, Mónica Mendes, Diana Gomes, Catarina Amado, Andreia Jacinto, Cláudia Neto, Tatiana Pinto, Diana Silva, Carolina Mendes e Telma Encarnação.

Treinador: Francisco Neto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.