O Manchester City apurou-se este domingo para as meias-finais da Taça de Inglaterra, onde vai defrontar o Arsenal, depois de vencer por 2-0 o Newcastle em St.James Park, na partida que fechou os quartos de final da prova. Um golo em cada parte selaram um triunfo num jogo em que o conjunto da casa ficará a lamentar um falhanço incrível de a meio do segundo tempo, quando o resultado ainda estava em 1-0.

Sem portugueses no 'onze' titular - Bernardo Silva e João Cancelo entraram, ambos, a meio do segundo tempo - a turma de Josep Guardiola ganhou vantagem por intermédio de Kevin De Bruyne a meio da primeira parte, na transformação de uma grande penalidade a castigar falta sobre o brasileiro Gabriel Jesus, numa altura em que as ocasiões de golo escasseavam.

No segundo tempo o Newcastle reagiu e partiu em busca do empate. Chegou algumas vezes junto da grande área do City e criou uma grande oportunidade aos 67 minutos, com Gayle, acabado de entrar, a atirar inacreditavelmente por cima da trave, com a baliza escancarada à sua frente. Um minuto depois, o City chegaria ao 2-0...

Passe longo, receção fantática do jovem Phil Foden e assistência para Sterling, que fletiu para dentro, rematou em arco de pé direito e fixou o resultado final com um grande golo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.