A antiga futebolista Ana Lopes (conhecida por Tita), publicou esta sexta-feira nas suas redes sociais uma mensagem afirmando que ela própria também foi vítima de assédio sexual.

Numa altura em que muito se fala sobre o caso que envolveu Miguel Afonso e a equipa de futebol feminino do Rio Ave, a ex-internacional por Portugal garante que o autor foi outro.

"Entretanto, já se passaram umas horas e há reflexões que podem ou deveriam ter sido ser feitas. Como ex- atleta, sugiro a quem ainda está no ativo e faz desta modalidade a sua profissão ou um estilo de vida, que se orgulha do percurso, como juntas fizemos crescer o futebol feminino, que possa repensar nos seus atos.
Haverá quem concorde com o digo, outras que não, mas neste tipo de casos a minha visão é esta: ficar calada ao ter conhecimento de causa de colegas que passam por estas situações é compactuar com quem exerce assédio.​ Não se pronunciar sobre o assunto, sabendo e tendo conhecimento real de provas, é também compactuar e dar asas a que histórias assim se repitam", pode ler-se no 'post' da atleta.

Na sua mensagem, e para além de revelar o seu caso, Tita revela que vai mesmo denunciá-lo.

"Com esta publicação hoje assumo publicamente que também eu já fui vítima de assédio sexual enquanto jogava futebol (não pelo Miguel, há outros...) e que até hoje não tomei as medidas necessárias por falta de provas, sob pena de ser julgada por difamação, mas ainda assim, agora mesmo farei uma denúncia", conclui a ex-jogadora.

Depois de duas temporadas no Benfica, e outras duas no Condeixa, a jogadora de 33 anos terminou a carreira recentemente, após uma temporada no Torreense.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.