Em jogo repartido entre as duas formações, com poucos remates à baliza, o destaque vai para as defesas e, sobretudo, para o trabalho das guarda-redes, sem falhas.

Carlos Sacadura, treinador da equipa lusa, destacou a importância deste tipo de jogos: "Estamos a ganhar competências, a ser mais equipa, a ter mais competitividade. Estamos a competir com seleções que nos criam uma dificuldade muito alta e o nosso processo é ajudá-las a crescer para terem cada vez mais capacidade e num futuro próximo poderem ajudar a seleção principal".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.