Cinco alemãs, quatro inglesas, uma francesa e uma espanhola compõem o ‘onze ideal’ do Europeu de futebol feminino, que terminou no domingo com o triunfo da anfitriã Inglaterra, anunciou hoje a UEFA.

Apesar do desaire na final, por 2-1, após prolongamento, as germânicas são as mais representadas, pelas defesas Giulia Gwinn e Marina Hegering, a média Lena Oberdorf, melhor jogadora jovem da prova, e as avançadas Klara Bühl e Alexandra Popp, que não pôde disputar o jogo decisivo devido a lesão.

Por seu lado, entram na equipa do torneio quatro campeãs da Europa, nomeadamente a guarda-redes Mary Earps, a defesa Leah Williamson, a média Keira Walsh e a avançada Beth Mead, eleita a melhor jogadora do torneio.

O melhor ‘onze’ do Europeu de 2022 fica completo com a defesa francesa Sakina Karchaoui e a média espanhola Aitana Bonmati – a França caiu nas meias-finais (1-2 com a Alemanha) e a Espanha nos ‘quartos’ (1-2 com a Inglaterra, após prolongamento).

A Inglaterra venceu a prova pela primeira vez, enquanto a Alemanha, que soma oito título, perdeu a sua primeira final, à nona presença, numa competição em que Popp e Mead foram as melhores marcadoras, ambas com seis golos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.