Luka Modric foi o vencedor do prémio The Best, prémio da FIFA para o melhor jogador do mundo. O médio croata arrecadou 29 por cento dos votos, seguido de Cristiano Ronaldo (19%) e Salah (11%).

No final da gala que decorreu em Londres, o internacional croata abordou a ausência de Cristiano Ronaldo.

Modric, o refugiado de Guerra que acabou com a dinastia de dois extra-terrestres
Modric, o refugiado de Guerra que acabou com a dinastia de dois extra-terrestres
Ver artigo

"Ele é meu amigo. Não fiquei chateado com a sua ausência. Ganhei o prémio mas o Mohamed (Salah) e o Cristiano (Ronaldo) são grandes jogadores", referiu Modric, citado pelo AS.

O médio croata fez ainda uma revelação curiosa. "Falar em público é pior do que marcar um penálti. As minhas pernas tremem mais aqui do que dentro de campo. Não tinha nada preparado, tinha algumas coisas na minha cabeça e saiu-me. Espero que tenham gostado", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.