O técnico do Petro de Luanda, Alexandre Grasseli, afirmou que o nulo que a sua formação obteve hoje diante do Interclube deve-se à forma profissional com que os seus jogadores encararam a partida.

Em declarações à imprensa, no final da partida da terceira jornada disputada sem público no estádio 11 de Novembro, o técnico disse que jogar com uma equipa que vem de duas vitórias consecutivas é sempre difícil, porque os níveis de motivação são outros.

"Depois de uma primeira parte muito instável, conseguimos melhorar muito no segundo tempo, com lances de profundidade e largas oportunidades para marcar. Estou orgulhoso dos meus atletas por tudo aquilo que fizeram", frisou.

Para o técnico brasileiro, a equipa vai agora começar a esboçar o jogo do próximo domingo, diante do Volcon das Ilhas Comoares, para a segunda "mão" da eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação.

Com este empate, o Petro soma quatro pontos na terceira posição. Tem menos um jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.