A direcção do Petro de Luanda confirmou hoje (quarta-feira) a continuidade do técnico Beto Bianchi até 2020 à frente da equipa de futebol vice-campeã nacional.

Segundo o presidente do clube, Tomás Faria, em conferência de imprensa, o treinador brasileiro que orienta a equipa desde 2016 vai permanecer no clube apesar de não ter conseguido alcançar o título, mas tornar a equipa mais competitiva e não defraudar as pretensões da direcção do clube.

Tomás Faria informou que o treinador faz parte do projecto de formação e desenvolvimento do futebol na agremiação.

O técnico hispano-brasileiro rendeu no cargo em Novembro de 2015 o seu compatriota Alexandre Grasseli.

Na última temporada, o Petro, emblema mais titulado do campeonato nacional de futebol da I divisão "Girabola", com 15 taças, ficou na segunda posição, pelo terceiro ano consecutivo desde a altura em que começou a competir no escalão superior do futebol angolano, em 1981.

Em 2019 os tricolores têm como objectivo a conquistar o Girabola, a Taça de Angola e atingir a fase de grupos da Taça da Confederação, informou Tomás Faria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.