O treinador do Petro de Luanda, Beto Bianchi, lamentou a forma como a sua equipa se apresentou na derrota frente ao FC Bravos do Maquis (0-2), com um futebol incaracterístico, não conseguindo desenvolver jogadas capazes de conquistar a vitória, apesar da maior posse de bola.

"Foi um jogo atípico. Criamos várias oportunidades, mas não conseguimos marcar. Estamos triste porque ninguém gosta de perder“, referiu o técnico no final da partida, disputada no estádio 11 de Novembro, de acerto à sétima jornada do Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão (GirabolaZap2018/19).

“O adversário foi eficaz. Chegou duas duas vezes na nossa baliza e marcou e nós não conseguimos", continuou.

Disse que, de certa forma, o grupo sentiu as ausências dos titulares Vá e Além, lesionados, embora tal situação não seírva de desculpas.

Com este resultado os tricolores baixam para o quinto lugar, com 11 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.